Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 2 minutos.

Para reduzir os riscos de danos à saúde causados pela baixa umidade, alguns cuidados são fundamentais, nos ajudando a viver com mais qualidade de vida em um dos períodos mais secos do ano.

No inverno, embora a temperatura fique mais amena em muitas regiões do Brasil, a umidade do ar cai drasticamente. Na porção sul do Brasil o clima fica mais frio e seco, já na parte mais ao norte, a sensação é de abafamento e clima também seco.

Com o clima assim, nosso organismo acaba sofrendo como um todo. Por isso é importante redobrarmos a atenção em relação a alguns cuidados. Além de aumentar a ingestão de líquidos, especialmente de água, listamos algumas dicas para amenizar a baixa umidade. 

Mantenha sempre a hidratação na baixa umidade


Para evitar a desidratação, procure beber muita água, mesmo sem estar com sede. Além disso, na hora das refeições, escolha alimentos (frutas e vegetais) ricos em água. Melão, melancia, laranja, abobrinha, entre outros, são bons exemplos. É importante, também, ter muita atenção à hidratação de crianças e idosos.

Ao sair de casa, leve sempre uma garrafinha de água, evitando ficar longos períodos sem hidratação. Outro cuidado importante é evitar alimentos muito salgados ou condimentados, que podem causar retenção de líquidos e aumento da pressão arterial.

Procure deixar o ambiente umidificado


Espalhe panos (toalhas) úmidos ou mesmo baldes com água pelos ambientes da casa, especialmente nos quartos, durante a noite. Uma alternativa, mais eficiente, é utilizar um umidificador de ar.


Outro ponto importante é tentar deixar as vias aéreas umidificadas. Esse é um cuidado essencial para evitar a congestão nasal e reduzir o risco de doenças respiratórias. Para tanto, basta aplicar soro fisiológico nas narinas, algumas vezes ao dia ou sempre que sentir desconforto. Mais uma vez, idosos e crianças merecem atenção especial.

O uso de nebulizadores e inaladores, apenas com soro fisiológico, também é bastante eficiente para a umidificação das vias aéreas.

Não faça exercícios físicos nos horários de sol forte


A prática de exercícios físicos deve ser evitada entre 10h até às 16h, especialmente se for ao ar livre, em centros urbanos, onde a concentração de poluentes no ar é naturalmente maior. Prefira o início da manhã ou fim da tarde.


Além disso, é importante utilizar produtos específicos para hidratar a pele do rosto e do corpo, pelo menos uma vez ao dia. Para evitar o ressecamento, banhos com água muito quente não são recomendados.

Como você percebeu, o tempo seco pode trazer graves consequências à saúde, agravando os sintomas de doenças respiratórias e causando outros problemas, como dor de cabeça, sangramento nasal, risco cardíaco, entre outros. Por isso, é fundamental investir nos cuidados preventivos.

 

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!