Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 4 minutos.

O mundo se tornou altamente competitivo e tecnológico, aliado a isso, ainda existem as desigualdades sociais e educacionais, seja em países de terceiro mundo, emergentes, como o Brasil ou os desenvolvidos, que mesmo assim têm sérios problemas de desigualdades sociais devido a má distribuição de renda. Por isso os pais devem desde cedo preparar as crianças para o futuro. Em meio de tantos obstáculos a serem vencidos é fundamental que as crianças comece cada vez mais cedo seu processo de aprendizagem, estimulando o pensamento e formas lógicas de raciocínio. Obviamente a intenção não é privar as crianças de terem uma infância feliz e repleta de brincadeiras, muito pelo contrário, é fazer com que seus potenciais sejam desenvolvidos nas próprias brincadeiras, sem forçá-los a fazer atividades ou exercícios que não condizem com suas idades ou suas livres vontades.

Não quebre a cabeça, monte-o!

As atuais gerações, comparadas a outras, tem o magnifico benefício da tecnologia a seu favor, que tanto pode ser usada em favor como distração na hora do aprendizado, por isso o papel dos pais é fundamental nesse processo de filtragem e de delimitar o acesso a esses meios. Mas antes de partirmos para o mundo tecnológico, que oferece um vasto campo de possibilidades de diversão, vamos descobrir alguns brinquedos físicos que além de divertidos, fazem as crianças raciocinarem e treinarem algo muito importante para seu futuro, a interação social. Você não precisa gastar horrores ou passar horas pesquisando métodos mirabolantes na internet. Vamos começar com uma brincadeira que é altamente convidativa pela sua capacidade de reunir gerações e a interação entre as pessoas, o quebra-cabeça. Montar um quebra-cabeça é como desvendar um mistério em que para se chegar ao resultado, você tem que ir juntando as provas, que vão se encaixando aqui e ali. Além disso é um excelente exercício cognitivo em que você terá que fazer associações de cores, lógica e contexto, partiu brincar com seu filho de quebra-cabeça? Que tal começar uma coleção deles? Sem falar que, dependendo do resultado, você ainda pode emoldurá-los como belas escuras produzidas em família, legal né?

Treinando a memória das crianças!

O famoso, e não menos divertido, jogo da memória é uma ferramenta de aprendizado muito utilizada para aprimorar a memória das crianças e dos adultos também, desde o nível fácil, com poucas peças e desenhos mais simples, até os jogos com dezenas de imagens mais coloridas e complexas de memorizar. O jogo da memória consiste em você ter que virar uma peça de cada vez até achar a outra imagem, igual à que você tirou. Se não for igual você devolve a peça, colocando-a de cabeça para baixo novamente, aos poucos você vai memorizando as posições de cada figura. Um ótimo exercício para as crianças treinarem sua capacidade de memorização.

Dando asas à imaginação

Crianças precisam do incentivo e apoio dos pais para terem o hábito do estudo

Outra brincadeira que faz sucesso entre as crianças são os blocos de montar, grande parte dos pequenos gostam de brincar com esse tipo de brinquedo por um motivo: ela pode criar o que quiser. Eles podem criar um castelo imaginário e toda uma história própria em torno dele, uma cidade com vários prédios, uma casa, coisas abstratas que só eles entendem. Esse é um exercício fantástico que estimula a criatividade e a intelectualidade da criança, se ela poder brincar com outras crianças melhor ainda, havendo assim uma conexão de ideias e histórias, tornando a brincadeira ainda mais interessante. Atualmente existem até mesmo cursos que envolvem a habilidade de criar objetos e aperfeiçoá-los com blocos de montar, como Inventores de Robô e Meu Primeiro Robô, do Instituto Mix de Profissões, didáticas incríveis para a evolução da inteligência dos pequenos. Lembrando, também, que existem uma infinidade de jogos de tabuleiro, muitos com várias classificações de idade, o que auxilia os pais na hora da compra. Jogos físicos promovem uma boa interação com os pais, aproximando a criança do sentimento familiar.

Benefícios dos aplicativos e games

Se brincando com objetos físicos as crianças têm que dar asas a imaginação, nos jogos virtuais a imaginação vem, de certa forma, pronta. Gráficos e histórias inserem os jovens quase que em outra dimensão, mas isso não significa que ele não aprende nada, jogos são ótimos reforços. Muitos pais consideram esse tipo de tecnologia prejudicial, mas especialistas depois de realizarem muitos estudos com jovens que jogam e os que não jogam, notaram que, dependendo do jogo e da frequência que o jovem passa em frente a um jogo de celular, computador ou vídeo game, isso pode ser benéfico para seu desenvolvimento. Por exemplo, alguns jogos eletrônicos estimulam os jovens a se esforçarem para conseguir resultados, o beneficio em questão é o progresso. Jogos que aumentam de dificuldade e para seguir no jogo é necessário desbloquear conteúdos, fazendo eles subirem de nível, elevando pontuações e conquistando méritos pelo seu esforço. Há outros pontos positivos como a bonificação, recebendo recompensas inesperadas. Há também, em muitos casos, contagem regressiva. Fazendo com que o jovem tenha que pensar rápido usando o raciocínio e a lógica para a resolução de desafios em um tempo limitado, sob pressão.

Treinando a coletividade das crianças

Há também muitos jogos que aprimoram o espírito do cooperativismo, em que pra seguir no jogo todos os envolvidos precisam realizarem sua parte para o bem coletivo. Jogos como esses chegaram a ganhar destaque até na grade curricular de algumas escolas e centros de ensino profissionalizante, como o Instituto Mix de Profissões por exemplo, que conta com o curso de Mundos Minecraft para quem quer se aventurar, inclusive, na criação de “mundos” dentro desta plataforma, curso focado para crianças e jovens mas que claro, abrange todos os tipos de públicos. Seja qual for a maneira que você optar para estimular o raciocino do seu filho, lembre-se que sua presença é fundamental para entusiasmar os jovens, saber criar regras, limites, ouvi-los e apoiá-los, assim, graças a seu incentivo desde cedo, ele se tornará um adulto mais preparado para encarar os desafios da vida!

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!