Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 3 minutos.

A hora de buscar uma profissão é um dos momentos mais esperados e, ao mesmo tempo, um dos mais temidos por muitos estudantes. Com cada vez mais opções de cursos profissionalizantes, técnicos e superiores, é comum ter uma série de dúvidas na hora de tomar essa decisão.

Qual opção vale mais a pena? Será que é melhor optar por uma formação mais curta ou uma mais extensa? Como ter melhores oportunidades no mercado de trabalho?

Se todos esses questionamentos estão passando pela sua mente agora e você não faz ideia do que fazer, não precisa se desesperar! Estamos aqui para ajudar nessa missão e vamos contar exatamente quais são as diferenças entre cursos profissionalizantes e ensino superior. Assim, você consegue fazer a melhor opção e construir sua carreira de sucesso.

O que são cursos profissionalizantes?


Esse é um tipo de formação que já existe há bastante tempo no Brasil e é voltado para quem está em busca de conhecimentos sobre um segmento de uma profissão para entrar no mercado de trabalho, seja no setor industrial, seja no comércio, seja em outras áreas.

A duração costuma ser curta, por isso, muitas vezes, é possível fazer um desses cursos em um semestre ou menos. Além disso, a grade curricular normalmente é reduzida, já que o objetivo é garantir a base necessária para ingressar em um ramo de atividades que não exige muitos conhecimentos teóricos e que dependa de habilidades técnicas mais específicas.

Vale ressaltar que no cenário atual do mercado os cursos profissionalizantes se destacam, pois são ótimos para quem deseja ingressar em um negócio o mais rápido possível. O Instituto Mix de Profissões, por exemplo, está no mercado há mais de 10 anos e conta hoje com 9 famílias de cursos, sendo ótimas opções para agregar conhecimento e fazer a diferença na hora de entrar no mercado ou abrir seu próprio negócio.

O que é um curso de ensino superior?


Também conhecidos como graduações, os cursos de ensino superior são aqueles que oferecem um conhecimento amplo aos estudantes. A duração média é de quatro anos e pode variar de um curso para outro, sendo que, ao longo desse período, é possível aprender tanto os conteúdos teóricos quanto as matérias práticas.

Um dos principais desafios para quem vai cursar um curso superior em uma universidade, ou faculdade, é o preço. São cursos que geralmente requerem um alto investimento e que, muitas vezes, não garantem o ingresso imediato no segmento escolhido. Fazendo com que o aluno tenha que pensar bem antes de investir tanto tempo e dinheiro em um curso superior.

As diferenças básicas entre os cursos superiores e profissionalizantes


Apesar de alguns cursos profissionalizantes serem de áreas muito parecidas com as que são oferecidas em cursos superiores, a verdade é que existem inúmeras diferenças entre esses tipos de formação! Uma das mais importantes tem relação com o corpo docente, ou seja, os professores que vão ensinar os aspectos teóricos e práticos necessários para a atuação profissional.

Nos cursos profissionalizantes a prática é altamente levada em conta. Os alunos aprendem a teoria, claro, mas podem colocar, de modo efetivo, seus aprendizados na prática, com aulas práticas. Os cursos profissionalizantes tendem a ser mais objetivos do que os cursos superiores, que podem abranger mais assuntos e disciplinas.

Também vale ressaltar que, para entrar na graduação, é necessário ter concluído o ensino médio, pois a faculdade é um nível de formação que exige conhecimentos que foram desenvolvidos ao longo da vida escolar. Já os cursos profissionalizantes podem ser feitos tanto por pessoas que já concluíram essa etapa dos estudos quanto por quem ainda está cursando os últimos anos do ensino médio.

Qual opção é a mais valorizada pelo mercado de trabalho?


Ambas as opções são valorizadas no mercado de trabalho. Atualmente, ter um diploma de curso superior não significa emprego garantido. Existe sim, em determinadas áreas de atuação, a obrigatoriedade de um curso superior, mas quando falamos em ingressar, de fato, no mercado de trabalho, os cursos profissionalizantes são ótimas opções, pois conseguem fazer com que o aluno saia do curso bem atualizado quanto a área escolhida e com um ótimo conhecimento prático.

O mais importante para se avaliar é sempre a sua atual necessidade. Lembre-se, mais uma vez, que você estará investindo tempo e dinheiro em um curso. Por tanto você deve analisar bem qual área seguir para que você não se frustre ao longo do caminho.

 

 

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!