Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 3 minutos.

Mais uma vez teremos que usar a criatividade para celebrar uma das datas mais queridas e culturais do Brasil, as festas juninas. E para comemorar uma boa festa junina alguns itens não podem faltar, afinal faz parte da brincadeira! Separamos neste artigo alguns itens que podem ser feitos em família, para evitar aglomerações, e que ficam muito bacanas em casa.

Ah! A dica é abusar das redes sociais para você mostrar as suas decorações, além de poder fazer lives nas mídias para comemorar a festa junina com seus amigos e familiares, para respeitar o isolamento social, tendo em vista que boa parte dos brasileiros ainda não foram vacinados.

Itens que não podem faltar em uma boa Festa Junina!


As bandeirinhas são um item obrigatório! É um dos símbolos mais característicos da festa e tradição manda que elas sejam coloridas e tenham o formato de retângulos com o corte de um triângulo bem no meio, mas funcionam bem em diversos materiais como papel de seda, cartolina, sulfite, E.V.A., jornais e até revistas velhas.

Outro enfeite típico, e quase obrigatório, são os balões. Por questões de segurança, o costume de soltar grandes balões de ar alimentados por chamas foi abandonado com o passar do tempo, mas eles foram imortalizados no imaginário da festa e é justo serem lembrados na decoração.

Podem ter tamanho bem menor do que o de um balão real, mas precisam ter aquele formato de prisma para serem fiéis ao costume junino. Podem ficar no teto, junto das bandeirinhas, nos cantos dos cômodos ou pendurados em vigas ou postes, no caso de festas no quintal.

Fogueiras marcam as noites das festas juninas! 


Evidentemente, só faça uma fogueira real se a festa ocorrer ao ar livre. É interessante que ela seja relativamente proporcional ao tamanho do terreno. Uma chácara, por exemplo, comporta uma fogueira alta, montada com vários troncos empilhados. No quintal de uma casa, galhos de árvores dão conta do recado.

Ah, convém improvisar algum tipo de cerca baixa ao redor da fogueira, com pedras ou tijolos. Também é importante haver um adulto responsável por permanecer próximo da fogueira para evitar possíveis acidentes.

Se o espaço que você tem disponível é o salão de um condomínio, sem área externa, a fogueira pode ser lembrada com uma imitação montada com papelão e plástico colorido, por exemplo.

Esteja vestido a caráter! 


Essa é a parte mais divertida! O conceito básico é bastante conhecido: caipira e engraçado. Mesmo assim, há espaço para uma enorme variedade de opções. Remendos, camisas quadriculadas de flanela, vestidos de cores chamativas, chapéus de palha, com trança e laço para as meninas, sardas, dentes pintados de preto, bigodes, postiços ou pintados e sobrancelhas emendadas.

Se houver quadrilha, é claro que algum casal precisa encarnar os papéis de noiva e de noivo, com um belo e enorme girassol no bolso. Também pode ter padre, delegado e um mal encarado pai da noiva, que tradicionalmente traz consigo uma espingarda ou facão!

Não pode faltar a música típica!


A música é caipira, ou colona, é claro! Mas não pode ser qualquer modão. Festa junina de verdade toca xote, baião, forró e sertanejo de raiz, mas tem que ter ritmo para dançar e alegria. Nada de lamentações românticas ou lentas toadas. Se você quer celebrar segundo a tradição, evite o sertanejo universitário.

As comidas típicas devem fazer parte do cenário


Se você quer organizar uma festa fiel à tradição junina, algumas guloseimas são fundamentais para cumprir as exigências. Confira a lista:

– Milho verde cozido

– Pipoca

– Cachorro quente

– Pinhão

– Pamonha

– Paçoca

– Doce de abóbora

– Pé-de-moleque

– Arroz doce

– Canjica

– Bolo de fubá

– Quentão

Claro que a lista não esgota as possibilidades, mas, se você servir esses alimentos, pode ter certeza de que todos os seus convidados se sentirão num autêntico arraial. Quer saber mais sobre a Festa Junina, acessa este artigo para saber a origem desta que é uma das festas mais populares do Brasil. 

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!