Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 4 minutos.

O atual momento da economia requer atenção por parte da população quanto aos gastos diários, e o que você puder evitar de desperdício de recursos nessa crise melhor, não é mesmo? Que tal pagar menos na fatura de luz com essas dicas que vamos te dar? São orientações muito simples, mas que fazem a diferença quando a sua conta de luz chegar no próximo mês.

Devido a crise causada pela pandemia do novo Coronavírus, o COVID-19, governos dos estados, e da República, estão emitindo vários decretos que proíbem o corte de luz por falta de pagamento nesse período crítico em que muitos brasileiros perderam suas fontes de renda. Eletricidade é um bem essencial para um lar de família, por isso o corte de energia poderia piorar ainda mais a situação dos brasileiros mais afetados por essa crise.

Mas, aproveitar o benefício para não pagar a conta de luz e deixar acumular os boletos, será um “tiro no pé”! Por isso a maneira mais inteligente de garantir que as próximas faturas venham menos “salgadas” é prestar atenção em dicas simples, mas que vão causar um resultado satisfatório para você no final das contas.

Vilões da economia de luz

Há alguns vilões dentro de casa que são famosos por serem verdadeiros “sugadores” de energia elétrica. Entre os mais famosos estão o ar-condicionado, ferro de passar e o chuveiro elétrico.

Em muitas regiões do país o friozinho está chegando, logo o uso do ar-condicionado vai ser reduzido drasticamente, mas se sua região não tem um inverno nada fresquinho, opte por deixar o ar-condicionado somente para a noite. Nesse período a temperatura começa a baixar e o desempenho do aparelho de ar será muito melhor, conseguindo refrigerar o ambiente com mais eficiência e menos gasto de luz, lembrando para evitar utilizar funções como a turbo ou deixar em temperaturas abaixo dos 23°.

O ferro de passar deve ser usado, de preferência, apenas uma vez por semana e o ideal é ligar e deixar ele esquentar bem, depois retire da tomada e aproveite o máximo possível o calor do ferro, lembrando para não deixar que o suporte esfrie muito, pois a eficiência dele não será boa se esfriar muito, você estará trocando “seis por meia dúzia”. O ideal é ir dosando entre ligado e desligado sem deixar o calor se perder, lembrando que ferros mais modernos já possuem esse sistema de auto controle automaticamente.

Banhos conscientes e econômicos

Está aí uma coisa que não podemos deixar passar, não é mesmo? O banho, além de uma questão de qualidade de vida é fundamental para a saúde corporal, eliminado sujeira do dia a dia, células mortas e faz parte da higiene. Diferente do ferro de passar e do ar-condicionado, o banho é essencial para nossa saúde, então não deixe de tomar banho!

Se você não é habituado a tomar banho com temperaturas mais baixas no chuveiro, tente utilizar de forma inteligente o aparelho, sem delongas. Por exemplo, se molhe e desligue o chuveiro. Se ensaboe com o chuveiro desligado, depois ligue para se enxaguar e pronto, foi rápido, fácil e econômico!

A porta da geladeira

Se você é daquele tipo de pessoa que abre a porta da geladeira para “ver o que tem” e não pega nada, ou abre a geladeira sem nem se dar conta, cuidado! As geladeiras são outros aparelhos domésticos que gastam muita energia, principalmente as mais antigas.

Abra a geladeira somente quando você realmente precisa de algum alimento ou bebida, pois cada vez que você abre a geladeira a temperatura dela sobe drasticamente, fazendo com que o termostato dela ative o motor de refrigeração, para que o aparelho recupere a temperatura perdida. Quanto mais quente o dia, mais ar quente entra na geladeira e mais tempo ela leva para gelar novamente.

Então redobre a atenção e oriente todos na casa a abrir a geladeira somente quando necessário para que haja economia, se não o refrigerador ficará ligado boa parte do dia tentando manter a temperatura.

Vale ressaltar que não é recomendado aumentar o termostato da geladeira, deixando na opção mínima de refrigeração, fazendo com que ela não gele muito para que o refrigerador não ligue tanto no dia. Além de ser um risco para sua saúde, por causa da refrigeração inadequada dos alimentos, poderá causar um efeito contrário! Ela continuará ligando em excesso para atingir a temperatura ideal, que é rapidamente perdida quando se abre a porta da geladeira, já que dentro não está tão gelado.

Otimize o uso das lâmpadas

As lâmpadas incandescentes já deixaram de existir em boa parte do território nacional. Hoje são vendidas as eletrônicas, fluorescentes, e as mais econômicas da atualidade: as de led.

O uso otimizado de uma lâmpada é muito importante, ela deve clarear o máximo possível do cômodo ou cômodos. Sempre que você não estiver mais lá, desligue, não a deixe ligada sem necessidade.

Caso a suas economias estejam muito reduzidas opte por alternativas. Por que não utilizar velas, por exemplo? Deixando a eletricidade apenas para geladeira, chuveiro e outros aparelhos essenciais. Apesar do risco de lidar com o fogo, sempre deve-se acendê-las em locais seguros longe de cortinas e em um suporte adequado, as velas dão um toque de sofisticação e ainda deixa tudo mais “romântico”, nem sempre as mudanças são negativas, viu? Você vai perceber que fazer uma refeição durante a noite à luz de velas tem seu valor.

Economia e a consciência ambiental  

Além de todos esses cuidados para fazer com que a sua conta de luz chegue mais barata, saiba que quando todos economizam energia o meio ambiente agradece. Gerar energia é um processo que requer muitos recursos da natureza como a água, o carvão mineral, a fissão nuclear entre outros recursos, você pode acompanhar outras dicas de economia de energia no vídeo especial produzido pelo Instituto Mix de Profissões na campanha Consciência Ambiental.

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!