Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 12 minutos.

A carreira na gastronomia é muito versátil e oferece diversos ramos em que o profissional pode se especializar. Por ser um mercado em constante expansão, dificilmente sofre com os efeitos das oscilações econômicas, já que existe sempre uma possibilidade diferente de conquistar os clientes, com criatividade.

O melhor caminho envolve compreender bem como funciona essa atividade antes de construir um plano de carreira para empreender. Assim, com um panorama de todos os rumos, fica mais simples se planejar adequadamente na hora de ganhar uma renda maior ou se destacar.

Quer saber mais? Vamos tirar todas as suas dúvidas sobre a carreira na gastronomia. Acompanhe!

O que é gastronomia?

Qualquer profissão que gire em torno do mercado de alimentação costuma ficar longe das crises econômicas. Afinal de contas, quando se trata de comida, sempre existe uma maneira diferente de atrair os clientes. Para compreender melhor como funciona esse universo, saiba que a gastronomia contempla o ramo de culinária no geral, bebidas, alimentos e diversos tipos de materiais relacionados.

Toda essa arte lida, portanto, com reunir ingredientes elaborados e preparar alimentos e bebidas em busca de novas combinações sabores. Apesar de várias especulações entre os historiadores, não se sabe ao certo quando os primeiros indícios da prática surgiram. A versão mais aceita é de que a iniciativa de misturar diferentes elementos culinários teve início junto da caça para consumo.

Todo o processo, como conhecemos hoje em dia, passou por vários séculos de evolução. Diante disso, entre as culturas mais influentes, estão os chineses e indianos. A contribuição, no entanto, costuma ser relatada por conta do período histórico em que existiu uma maior variedade de alimentos para fazer combinações inovadoras.

Como funciona a carreira de gastronomia?

Basta observar o mercado com calma para notar que a área abrange muitas possibilidades.

Depois de concluir a graduação, o profissional é chamado de gastrônomo. Além da faculdade, existe também uma série de cursos de especialização que são fundamentais para quem deseja ingressar de maneira rápida no mercado de trabalho.

O mais importante é ter em mente que você pode seguir o caminho que parecer mais rentável financeiramente sem deixar de lado as preferências dentro da área. Por exemplo, um chef especializado em doces pode fazer também pratos salgados e até inovar com receitas próprias que sejam uma junção dos dois sabores.

Além de participar do dia a dia na cozinha, também é possível montar um negócio próprio, como buffet, vendas de marmitex, salgados ou doces para festas. O mais indicado, no entanto, é que o iniciante trabalhe primeiro em um comércio da área para adquirir experiência e realmente saber qual caminho quer seguir. Veja, abaixo, em quais estabelecimentos um gastrônomo pode atuar:

Diante das mil possibilidades que existem no ramo da gastronomia, o que faz mesmo diferença é pesquisar com bastante antecedência sobre o mercado, para ter uma percepção própria de como crescer na área. Além disso, para quem deseja prestar serviços por conta própria depois de uma especialização, atuar como consultor tem um grande potencial.

Esse tipo de auxílio está diretamente relacionado às estratégias de marketing na construção de cardápios, regras de cozimento e harmonizações — sem contar que um olhar profissional do mercado pode também orientar quem deseja abrir um restaurante sobre as melhores formas de segmentar os pratos servidos e conquistar o público.

Segurança alimentar

A área de segurança alimentar também é um destaque para quem se especializa na profissão. A principal função desse profissional é conhecer todas as regras exigidas pelos órgãos de fiscalização e visitar cozinhas para se certificar de que os alimentos estão sendo preparados de maneira adequada.

Esse tipo de trabalho pode ser, inclusive, uma forma de ganhar dinheiro extra na hora de realizar o sonho de empreender ao montar o primeiro negócio, por exemplo. Assim, você pode, por exemplo, combinar entregas em grande número de itens para festas e realizar as vistorias em horários diferenciados, com o intuito de investir no plano de carreira dos sonhos.

O grande diferencial está em ter sempre objetivos, não importando qual seja seu estágio de aprendizado. Assim, fica muito mais simples subir os degraus consciente de como aumentar os ganhos de maneira significativa sem deixar de lado a paixão pelo ofício.

Para quem é indicada?

Mesmo sendo uma área com diversas possibilidades e bons ganhos, se não existir habilidade com culinária, dificilmente um profissional vai ser bem-sucedido. Antes de tudo, é indispensável ter plena consciência de que, por ser uma área bastante concorrida, você precisa avaliar se se enquadra no perfil buscado pelos estabelecimentos contratantes ou se está disposto a empreender.

Um ponto importante é que, por se tratar de uma ocupação no ramo de alimentos, você deve ter o senso de responsabilidade apurado. Afinal de contas, qualquer descuido com a qualidade e conservação das receitas pode causar problemas com intoxicação alimentar.

Outra questão indispensável é a preocupação diante do preparo das receitas, que devem ser cumpridas à risca, de modo a garantir que tudo aconteça conforme o esperado. Mas não se preocupe!

Experiência

Mesmo que você não tenha nenhuma experiência no assunto e seja apenas um apaixonado pela arte da cozinha, as especializações disponíveis no mercado conseguirão transformá-lo em um profissional capaz de ingressar na área com sucesso. Quem atua com uma equipe grande e em contato direto com o público também deve ter atenção especial para saber ouvir e ser flexível na medida do possível.

Imagine só uma pessoa ansiosa checando o forno de um em um minuto até que um prato fique pronto. Seria completamente improdutivo, concorda? Então, saiba que paciência é uma das principais virtudes do profissional para crescer no ramo.

Além disso, outras qualidades necessárias são ter capacidade de liderança, comunicar-se bem e organização. Agora, quando o caso envolve o trabalho autônomo, é indispensável gerenciar o tempo com segurança, para garantir as entregas dos pedidos na data correta, com foco em ganhar credibilidade.

Investimentos financeiros

O mercado de gastronomia oferece um universo de possibilidades também na hora de escolher como se profissionalizar. Existem cursos que cabem em todos os tipos de bolso e preferência.

O bacharelado, por exemplo, tem duração de 4 anos. O curso de gastronomia, por sua vez, tem a duração de dois anos com grade curricular que mescla conhecimentos práticos e teóricos.

Por que se profissionalizar na área?

Você já deve ter notado por aí que, sozinhas ou com a ajuda da internet, muitas pessoas aprendem a cozinhar bem. É claro que esse tipo de talento natural para receitas ajuda muito na hora de ingressar na profissão, no entanto, quem faz tudo sem o conhecimento profissionalizante acaba tendo menos chances de crescer no mercado.

Ao abrir uma empresa, por exemplo, é recomendado que tudo seja feito com embasamento estratégico. Isso conta muitos pontos na qualidade do serviço realizado e ajuda a destacar o profissional em meio a tantas opções.

Além disso, após passar pelas cozinhas-laboratórios disponíveis no curso de gastronomia, aumentam os cuidados com segurança, procedência dos ingredientes e controle de conservação.

Sem contar que um profissional que teve a orientação de professores renomados tende a identificar de maneira mais rápida em qual ramo da gastronomia se especializar, com chances de alcançar resultados positivos que se perpetuem. Outra questão muito importante é que, com um certificado em mãos, o profissional pode atuar em diferentes campos.

Ou seja, com um leque de oportunidades, se torna muito mais simples mudar de rumo, caso as coisas não aconteçam conforme o esperado inicialmente. Agora, o mais importante de tudo é que alguém especializado costuma ganhar mais dinheiro do que seus concorrentes informais.

Salários da área de gastronomia

Você deve estar curioso para saber quanto ganha alguém que trabalha na área de gastronomia, correto? A resposta, no entanto, é que esses valores são bastante variáveis já que existem muitas vertentes do mesmo segmento. Aproximadamente, o salário de um chef de cozinha no Brasil está em R$ 1.960 em estabelecimentos médios.

Porém, de acordo com o status do lugar e o acúmulo de conhecimentos, pode chegar a R$ 3.500. Já para quem é especializado e deseja trabalhar como autônomo, as chances de aumentar os ganhos são reais, já que os preços dependem muito da qualidade do produto oferecido e de quanto o empreendedor conhece seu consumidor final.

Um fator que também influencia muito na necessidade de fazer o curso de gastronomia é a necessidade de manter a agilidade no trabalho. Isso impacta diretamente os valores, por garantir um aumento na produção de cada profissional. Além de priorizar pela segurança da equipe de auxílio, existe a exigência de gerenciar os trabalhos para que tudo aconteça o mais rápido possível sem deixar a excelência de lado.

Questões administrativas

Muitos negócios até conseguem boas vendas no início das atividades, mas acabam fechando em pouco tempo por conta da má administração. Esse é, justamente, um dos maiores problemas de quem deseja empreender na gastronomia sem o suporte do curso de especialização por trás.

O que acontece é que, mesmo que o empreendedor tenha boas mãos para a cozinha, se ele não souber como administrar o caixa, tudo irá por água abaixo. Pode até não parecer em um primeiro momento, mas, ao receber o preparo de professores renomados, as questões administrativas ficam mais simples, pois a importância de investir em crescimento aparece como prioridade.

Ao saber aonde quer chegar, já no fim do curso, o aluno começa a direcionar seus esforços para atuar em todas as vertentes de um empreendimento, e não apenas na cozinha, como muitas pessoas pensam.

Como se destacar no mercado de trabalho?

O mercado de trabalho da área gastronômica exige que o profissional conheça bem o seu público-alvo, se mantenha atualizado e não tenha medo de inovar. Logo no início, ao aprender o ofício, torna-se muito importante que você domine o básico para fazê-lo de maneira diferenciada.

Saiba que, atualmente, a exigência natural diante de tantas informações que circulam é ir muito além de um serviço de qualidade. Isso mesmo! As pessoas precisam se identificar com as marcas, não importa qual seja o seu segmento. Assim, enquanto estiver como aluno em um curso especializado, faça testes de receitas para ganhar experiência.

O grande diferencial está em ser criativo, no entanto, é preciso saber que todo começo é difícil. Por esse motivo, se esforce na hora de mostrar seu talento com foco em conhecimento das lacunas do mercado. Estude, antes de qualquer coisa, o que faz a concorrência e como as novas tecnologias impactam o ramo e descubra quais são as tendências do momento.

Existem vários segmentos em que uma comida bem elaborada pode sobressair. Por exemplo, as marmitas fitness estão em alta com consumidores que buscam por produtos bem trabalhados e com variedade. Dessa maneira, ao apostar em um negócio desse tipo, fidelizar clientes se torna muito mais simples, havendo a possibilidade de crescer rapidamente.

Quais as profissionalizações possíveis?

Agora que você já conhece as possibilidades do mercado de gastronomia, precisa aprender quais são as profissionalizações de interesse. Em uma grande cadeia de possibilidades, ao identificar o que mais combina com seus desejos e preferências, o foco em crescimento torna o plano de carreira do empreendedor muito mais vantajoso.

Com isso, você pode fugir da atuação tradicional e criar algo capaz de crescer, com a chance de se tornar um grande negócio. Basta procurar rapidamente por histórias inspiradoras na internet para encontrar pessoas que praticamente triplicaram sua renda vendendo brigadeiros gourmet. Ou seja, o diferencial está em encontrar o segmento certo e seguir com bastante trabalho.

Veja, a seguir, as principais profissionalizações!

Confeitaria

Essa área está em constante expansão ao oferecer uma série de oportunidades para profissionais qualificados. Afinal de contas, a arte de decorar alimentos, especialmente doces, sempre carece de pessoas criativas capazes de fazer a diferença na área de atuação.

A partir dos conhecimentos adquiridos na especialização, o confeiteiro cria e recria receitas com o intuito de explorar novos sabores na construção de bolos, tortas, biscoitos e doces de maneira geral. As principais oportunidades de trabalho estão em padarias, restaurantes segmentados, docerias e buffets.

Culinária

A especialização em culinária ajuda o aluno a aprender a cozinhar com criatividade e imaginação. Assim, sua percepção dos alimentos foge do tradicional, o que contribuirá muito para que ele se destaque na área rapidamente.

Cada preparo é repleto de um olhar profissional que faz toda a diferença na visão dos estabelecimentos que desejam alguém inovador e capaz de conquistar o público com estratégias que promovem experiências agradáveis ao paladar.

Panificação

Trabalhar diretamente com pães é outro negócio que abre muitas oportunidades. Ao conhecer amplamente o ofício, o profissional pode ir muito além do formato de padaria tradicional e empreender conforme suas necessidades.

O ideal, aqui, é dominar várias técnicas para confeccionar os pães e trazer seu toque pessoal ao resultado final. Dessa maneira, fica muito mais simples atrair o interesse desse exigente mercado de trabalho.

Salgadeiro

Essa é uma das especializações mais versáteis de toda a área gastronômica. Saiba que os salgados tradicionais e finos podem ser consumidos tanto em lanches normais, vendidos em padarias e lanchonetes, quanto em festas de casamento. Com isso, a oportunidade se torna perfeita para quem deseja empreender uma fabricação própria.

Basta selecionar um segmento e se especializar na arte de maneira séria, para que o público note suas vantagens. Compreenda que o mais importante de tudo é levar em consideração todas as normas técnicas com a intenção de ganhar credibilidade em longo prazo. Além da boa manipulação de alimentos, preocupações com saúde e segurança são fundamentais.

Cake designer

A profissão é uma das expansões mais criativas do ramo. Isso, porque os profissionais que atuam como cake designer fazem bolos temáticos, com combinações de diferentes paletas de cores e tamanhos.

São os verdadeiros artistas da decoração usando ingredientes diferenciados para alcançar um resultado surpreendente. Além de preparar a parte externa, também é importante criar recheios que combinem com a arte decorativa, fazendo do trabalho uma experiência não apenas saborosa, mas também visualmente agradável.

Cozinha funcional

Se você procura uma ideia para um plano de negócios que envolva empreender em uma área segmentada, a especialização em cozinha funcional é excelente. O profissional dessa área aprende a combinar alimentos saudáveis e saborosos em receitas que fogem do tradicional.

Um dos principais estudos nas aulas envolve sinergia alimentar, que é quando dois ou mais ingredientes interagem durante a digestão e possibilitam que o organismo faça a absorção de todos os nutrientes e vitaminas por completo. Ou seja, pense no benefício de conseguir vender esse conceito ao público e aproveite a tendência para crescer.

Chocolataria

O chocolateiro é um profissional que se destaca pela necessidade de sempre acompanhar as preferências do mercado. De fato, com tantos estilos de chocolate disponíveis, saber o que mais se encaixa no paladar de diferentes tipos de público se transforma em um verdadeiro desafio.

Por isso, o curso de especialização se torna tão importante. O segredo do sucesso na área envolve compreender técnicas inovadoras de produção que saltam aos olhos do público e das empresas contratantes no geral.

Além disso, quem compreende todas as exigências desse tipo de arte consegue usá-la como renda extra em datas especiais de maneira autônoma, como na Páscoa, Natal ou Dia dos Namorados.

Chef internacional

A carreira de chef internacional é uma das mais valorizadas no mercado de trabalho atualmente. Esse tipo de profissional pode se destacar em vários nichos com a capacidade de liderar uma equipe de restaurante e outros estabelecimentos. O fator divisor de águas na hora de fugir do comum é conhecer pratos de diversas culturas e ter mestria na hora de prepará-los.

E não pense que, para ganhar experiência, será necessário fazer muitas viagens. Com o fácil acesso às informações, todo o processo de aprendizado nos cursos facilita a integração de um currículo completo e cheio de diferenciais.

Chef vegano

Além da alimentação saudável, o conceito vegano também é uma verdadeira febre no ramo da alimentação. Com cada vez mais pessoas conscientizadas sobre a importância dos bons hábitos, o profissional que se dedicar a essa área terá inúmeras chances de conseguir oportunidades em restaurantes especializados ou até mesmo conquistar seu próprio público.

Mesmo com tantas abordagens diferentes sobre o assunto e até lojas segmentadas, as grandes marcas ainda ignoram essa mudança, e muitos adeptos são carentes de alimentos saborosos dentro da proposta. Ou seja, existe a brecha no mercado para que um negócio bem montado se transforme em uma verdadeira referência.

Especialmente, a dificuldade existe na hora de compor sobremesas e outros tipos de doces que não levem nada de origem animal. Muitas pessoas associam esse estilo de vida a dieta, mas estão completamente enganadas. A maioria dos veganos busca se alimentar bem, porém, sente dificuldades de encontrar equilíbrio nos sabores.

Panificação e confeitaria vegana

Dentro dessa mesma proposta, existe a especialização de panificação e confeitaria vegana. Com a expansão do veganismo, as marcas e estabelecimentos estão cada vez mais preocupados em conquistar essa fatia de público. Diante disso, o serviço oferecido precisa ir muito além de apenas estampar o conceito como um diferencial.

Torna-se necessário que esses pratos e alimentos sejam gostosos e estejam dentro das expectativas com técnicas inovadoras. Saiba que uma das principais reclamações do consumidor, em uma situação como essa, é que os restaurantes não especializados oferecem opções de pratos que não agregam em nada.

Pensando nisso, um curso desse tipo é uma chance de despontar em um mercado carente de sabores e oportunidades de alimentação consciente. Além dos pães, o profissional também pode se dedicar à criação de bolos no conceito vegano, que têm sido um grande sucesso em festas sustentáveis de casamento.

Pronto! Agora você já sabe como a gastronomia pode ser uma oportunidade de construir uma boa carreira. O mais importante é pesquisar bastante sobre o mercado para encontrar a melhor opção entre tantas especializações. Só assim será possível criar algo que faça a diferença na hora de conquistar a independência financeira.

Gostou das informações deste artigo? Então, siga-nos no Facebook, Twitter, LinkedIn, YouTube e Instagram e fique por dentro de novidades exclusivas.

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!