Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 4 minutos.

Se você busca um rumo para a vida profissional, saiba que investir em um curso de confeitaria pode ser uma excelente opção. De fato, esse mercado está cada vez mais em alta e dificilmente sofre abalos em momentos de crise.

Apesar de ser um campo muito democrático, se destaca quem apresenta criatividade junto de um olhar apurado na gastronomia. No entanto, o sucesso envolve conhecer bem todas as possibilidades da confeitaria para ingressar em algo que gere bons lucros em pouco tempo.

Quer saber mais? Vamos mostrar os motivos que fazem valer a pena investir em um curso de confeitaria. Acompanhe:

Ser dono do seu próprio negócio

Todo mundo que deseja se colocar no mercado profissional sonha em ser dono do seu próprio negócio, não é mesmo? Pois bem, o curso de confeitaria oferece um grande universo de possibilidades para empreender. Sem contar que não é necessário ter muito dinheiro para começar.

Logo depois de se capacitar, você consegue enxergar o melhor rumo a tomar com o que está disponível no momento. Assim, fica muito mais simples enfrentar os desafios iniciais e focar em uma área do segmento para se destacar. Além disso, as vantagens de tomar suas próprias decisões lhe permite ir mais longe.

Enxergar muitas possibilidades de trabalho

O mercado para confeiteiros costuma ser bastante amplo. Além da possibilidade de ter seu próprio negócio, os profissionais ainda podem atuar em diversas áreas, como em confeitarias, em padarias, na criação de receitas ou no desenvolvimento decorações temáticas.

Outro ponto positivo muito usado está na opção de ter uma renda fixa como contratado enquanto atua também como autônomo. Com o avanço na carreira, paralelamente, se torna simples guardar dinheiro para investir no crescimento de sua empresa a partir de um planejamento bem elaborado.

Conquistar uma boa renda

Agora, se a sua ideia é conquistar uma boa renda ao ingressar no mercado ou após uma recolocação, a confeitaria tradicional é a solução ideal. Isso porque a maioria dos cursos ensinam tudo o que o profissional precisa para começar com um preço bastante acessível.

Diante disso, existe chance de conquistar um cargo que se encaixe em seu padrão de vida sem grandes investimentos iniciais. Assim, com a experiência adquirida no curso, também fica mais simples identificar quais áreas da profissão são mais rentáveis antes de iniciar o trabalho.

Ter retorno com baixo custo

Assim como o curso cabe em todos os bolsos, o trabalho de um confeiteiro autônomo também não exige muitos gastos. Tudo depende do tipo de produto que será oferecido ao público.

Para quem estiver no início da carreira, esse ramo costuma ser bastante versátil e recompensa uma boa estrutura quando combinada com tino de negócios. Basta fazer uma pesquisa antecipada sobre qual seria o interesse dos consumidores e começar a produzir amostras para fidelizá-los.

Afinal de contas, hoje em dia, a partir das redes sociais, a divulgação do trabalho não exige praticamente custo nenhum. O grande segredo é que você saiba tirar boas fotos, produzir um material de qualidade e encontrar uma linguagem de comunicação eficiente. Veja, a seguir, alguns equipamentos essenciais para começar:

Ganhar dinheiro com o que gosta

Se você gosta de preparar doces ou pratos mais trabalhados, certamente, a confeitaria vai ganhar seu coração. O motivo é que esse tipo de ofício é bastante prazeroso tanto para quem gosta de gastronomia quanto para quem esbanja criatividade.

Ao se sentir feliz no dia a dia, a pressão por prazos ou outros problemas de qualquer tipo do serviço se tonam mais amenos. Além disso, quando acontece aquele chamado inesperado e o profissional tem que parar todo o descanso, a visão será sempre positiva por pura paixão pelo ofício.

Crescer em pouco tempo é possível

O diferencial do ramo da confeitaria é a possibilidade de ter um plano de carreira bem-sucedida. O primeiro passo, quando o funcionário atua na área como contratado, envolve se capacitar para ser assistente.

A partir disso, fica mais simples ganhar experiência e desenvolver métodos particulares para, no futuro, ser contratado como o confeiteiro principal. Existe ainda a chance de ganhar nome como autônomo com a intenção de rechear bolos e vendê-los em franquias conhecidas ou entregá-los em lanchonetes.

Começar do zero pode ser fácil

Mesmo que você nunca tenha colocado um bolo no fogo, a confeitaria é uma área muito fácil de aprender. Com cursos cada vez mais completos, o futuro profissional consegue sair do zero e produzir comidas maravilhosas com técnicas desenvolvidas em sala de aula.

Claro que a experiência ao exercer a função faz toda a diferença no avanço da carreira, porém, as habilidades dependem tanto do esforço pessoal de cada um quanto da dedicação aos estudos. Por isso, avalie bem todas as possibilidades do ramo antes de tomar uma decisão. Conheça, a seguir, os locais onde um confeiteiro pode atuar:

Inspirações de sucesso no mercado

O ramo da confeitaria apresenta uma série de cases de sucesso que servem de inspiração para quem busca ganhar dinheiro com a atividade. Um dos principais é a Doce Paladar Confeitaria que começou pelas mãos do casal de Anápolis, Else Silva Ribeiro e Rubens Rebelo, ao produzir bolos para amigos.

O negócio prosperou em pouco tempo enquanto funcionava na garagem da família. Hoje, soma incríveis nove lojas, três fabricas e uma distribuidora de alimentos. Com histórias como essa, você pode reunir inspirações que ajudem a elaborar seu plano de sucesso e virar um empresário.

Pronto! Agora você já sabe como o curso de confeitaria pode ser um verdadeiro trampolim em sua carreira. Lembre-se que o curso profissionalizante se mostra como o primeiro passo para se destacar na área. Assim, com dicas indispensáveis nos estudos, o profissional aprende a administrar o crescimento nas vertentes do ramo de maneira eficiente.

Gostou das informações deste artigo? Então conheça agora mesmo o curso de confeitaria do Instituto Mix e descubra um universo de possibilidades.

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!