Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix | 23/04/2019 Tempo de leitura: aproximadamente 3 minutos.

franchising cresce 7% no último ano

Crise econômica nacional impulsiona mercado de franchising no Brasil

Para muitos o atual cenário econômico é desolador, para outros é o momento propício para realizar o sonho de abrir seu próprio negócio. E nada melhor para ajudar novos investidores a empreender do que o mercado de franchising, em especial o segmento da educação.

Na contramão da crise, o Instituto Mix vem crescendo em um ritmo surpreendente. Fenômeno que tem explicação. Nosso diretor de expansão, Jomar Paes, conta que “com o aumento do desemprego, as pessoas buscam se profissionalizar para voltar ao mercado de trabalho ou mesmo empreender.

Atualmente mais de 60% dos nossos cursos são voltados para empreendedores e muitas vezes é a única forma que essas pessoas têm para melhorar de vida em meio à crise”, explica o diretor.

Caminhando para o Sucesso: franqueado e aluno

Para se ter uma noção dos bons resultados, o franchising brasileiro manteve sua trajetória de recuperação mesmo com um cenário com demanda irregular e incertezas no campo político.

De acordo com a Pesquisa Trimestral de Desempenho do setor realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) no primeiro trimestre de 2018, a receita do setor registrou um crescimento nominal de 5,1% em relação ao mesmo período de 2017. O faturamento passou de R$ 36,890 bilhões para R$ 38,762 bilhões. Considerando-se os últimos 12 meses, o crescimento foi de 7% (variação de R$ 154,426 bilhões para R$ 165,190 bilhões).

O presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, falou recentemente em um pronunciamento no site da associação que “frente ao atual cenário da economia brasileira, consideramos este desempenho positivo, pois foi registrado em um período de inflação muito baixa, ao contrário do primeiro trimestre de 2017, e de início da recuperação de uma das mais longas crises que o País já viveu.

O franchising continua a investir na eficiência de suas operações, no desenvolvimento de formatos mais enxutos e na busca de novos mercados, canais de venda e públicos como forma de manter seu desenvolvimento. A inovação, especialmente a incremental, também tem um papel importante e tende a se fazer mais presente nos próximos anos”, destaca Altino.

O Instituto Mix segue acompanhando o ritmo do mercado de franchising, o que tem deixado investidores satisfeitos ao longo dos anos com a marca. Mesmo em meio à crise a média de inauguração de novas franquias chega a uma nova unidade a cada seis dias.

Quanto ao nosso aluno, ele vê a rede IM como degrau para realização de sonhos e projetos e sabem que para se chegar ao objetivo é preciso capacitação. “As pessoas não têm escolha: ou se qualificam ou não voltam ao mercado de trabalho! A educação profissionalizante possibilita a pessoa adquirir conhecimento prático em um curto prazo e voltar mais rapidamente ao mercado de trabalho”, ressalta Jomar.

Para nossos investidores fica a segurança de permanecer em uma rede sólida. Nosso diretor de expansão frisa ainda que “nosso negócio permite ao franqueado ganhar dinheiro com a situação de crise, como

diz o ditado: “estamos vendendo guarda-chuvas durante a tempestade!”. Claro que algumas dificuldades podem aumentar durante períodos de crise, como controle de inadimplência, mas a franqueadora juntamente com os másters auxiliam o franqueado nesse e em outros aspetos para aumentar o sucesso do negócio”, explica Jomar.

Resultados ainda mais significativos em municípios de médio e pequeno porte

 Atualmente o Instituto Mix de Profissões conta com mais de 20 mil colaboradores. São mais de 100 cursos profissionalizantes, divididos em oito áreas: beleza, saúde, tecnologia, construção civil, administração, gastronomia, IM Maker, e os individualizados. Além desses, o instituto ainda possui o Im Talking (curso de inglês do IM).

Esse vasto número de profissionais está espalhado pelas nossas centenas de unidades, a maioria delas em regiões interioranas dos estados brasileiros. “Cidades de pequeno e médio porte tem uma facilidade maior de implantação por exigir um capital menor de investimento e por não haver um grande número de concorrência.

Temos franquias em cidades de 14 mil habitantes que faturam acima de 50, 60 mil reais para se ter uma ideia da alta rentabilidade”, destaca o diretor de expansão.

Falando em concorrência somos o grande diferencial no ramo do ensino profissionalizante no Brasil. “O nosso mix de produtos, a agilidade de implantação de novos cursos (média de 20 a 30 cursos/ano) e principalmente a qualidade do suporte oferecido conseguimos auxiliar o franqueado na operação do negócio”, finaliza Jomar.

Premiações que coroam a qualidade da marca IM

 O Instituto Mix de Profissões que é a melhor franquia no quesito de educação profissionalizante do Brasil, vem ganhando destaque com selos da ABF consecutivamente nos anos de 2015, 2016, 2017, 2018 e em 2019, também foi destaque em 2014 ganhou seu primeiro selo das melhores franquias da revista “Pequenas Empresas, Grandes Negócios”, e se manteve na liderança nos anos de 2015, 2016, 2017 e destaque na revista neste ano, escolhida novamente como melhor franquia no segmento de escolas de cursos profissionalizantes no Brasil.

“Nosso diferencial é que temos um modelo de gestão muito bem formatado. Projetamos cada detalhe com muito cuidado. E fazemos um esforço extra para conseguir consolidar todas as nossas franquias no mesmo modelo de gestão. Esse padrão de qualidade que nos posicionou bem no mercado e todos esses prêmios são reflexo disso”, acrescenta no Chefe Executivo de Operações da rede, Alex Cavalheiro.

selos e premiação do instituto mix

O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!