Blog Instituto Mix
Escrito por Instituto Mix Tempo de leitura: aproximadamente 5 minutos.

No Brasil, segundo dados do IBOPE, cerca de 30 milhões de pessoas, representando 14% da população, aboliram ou reduziram conscientemente o consumo de produtos de origem animal, principalmente a carne. Nesse sentido, a culinária vegana se apresenta como uma ótima opção para empreender.

Ainda, a Academia de Nutrição e Dietética Americana, a maior entidade representante dos nutricionistas a nível mundial, considera a alimentação vegana apropriada para todos os períodos da vida, incluindo a gravidez, lactação, infância e adolescência, bem como para os atletas.

Neste artigo, vamos comentar sobre veganismo e mostrar como é possível aumentar a renda investindo em profissionalização e gastando muito pouco para empreender com a culinária vegana. Acompanhe!

Veganismo

A cada dia, mais pessoas aderem ao movimento que se fundamenta em não consumir alimentos e outros produtos de origem animal. Entretanto, muitas ainda confundem veganismo com vegetarianismo. Mas há grandes diferenças entre o que podemos chamar de filosofia ou estilo de vida.

Enquanto o vegetariano só se permite consumir alguns tipos de alimentos de origem animal, o vegano é muito mais rigoroso e vai além da alimentação, pois não consome e não utiliza nenhum alimento ou objeto de origem animal, como roupas e acessórios. Além disso, há diferentes tipos de vegetarianos, como:

Mercado vegano

Para acompanhar essa tendência, já é possível encontrar bucha vegetal para lavagem de utensílios de cozinha, maquiagem, embalagens para transporte e armazenamento de alimentos, produtos de limpeza, entre outros.

Nesse sentido, observa-se que, cada vez mais, as marcas se preocupam em oferecer os chamados produtos “cruelty free” (sem crueldade animal em sua produção) para atendimento a essa demanda.

Da mesma forma, já é possível encontrar nos supermercados brasileiros muitas versões veganas de produtos lácteos ou cárneos, como presuntos, nuggets, kibes, coxinhas, linguiças e salsichas.

Crescimento local e mundial

De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), já existem, no Brasil, em torno de 240 restaurantes vegetarianos e veganos, além de muitos lançamentos de pratos e lanches em restaurantes e lanchonetes que não são vegetarianos.

Esse crescimento de mercado reflete também as tendências mundiais, já que, no Reino Unido, por exemplo, houve crescimento médio de 360% no número de veganos, de 2005 a 2015. Nos Estados Unidos, a quantidade de veganos dobrou em 6 anos (2009 a 2015).

O programa de certificação vegana da SVB é outro parâmetro que serve de termômetro do crescimento desse mercado. Após seis anos de existência, o certificado “Selo Vegano” já envolve mais de 1.500 produtos certificados de mais de 120 marcas. A maioria é de alimentos, mas também inclui produtos cosméticos e de higiene.

Outros públicos

O mercado vegano atinge outra parcela crescente da população que deseja diminuir o consumo de carnes, assim como ovos, leite e os seus derivados, inclusive pessoas com intolerância à lactose — que já representam 70% da população adulta brasileira.

A saúde do vegano

De acordo com especialistas em nutrição, não há nenhuma contraindicação para a alimentação vegana, assim como de outras práticas do veganismo, que incluem produtos como cosméticos e roupas. Entretanto, é importante ter o acompanhamento de um nutricionista para a introdução e o equilíbrio da alimentação, para que não ocorram deficiências nutricionais.

Uma alimentação variada e colorida, contendo frutas, verduras, grãos e legumes, além da suplementação de B12 orientada e acompanhada com dosagens individuais e adequadas, suprem todas as necessidades nutricionais.

A culinária vegana

A culinária vegana inclui todos os tipos de grãos, leguminosas (feijões, ervilhas, lentilhas), verduras, frutas, legumes e as inúmeras receitas desenvolvidas a partir de tudo isso. Ela se amplia e diversifica cada vez mais, com a produção de queijos, maionese, sorvetes e vários outros alimentos sem vestígios de origem animal.

A maioria dos pães faz parte da alimentação vegana, assim como o tofu, que oferece uma grande variedade de receitas, e outros produtos derivados da soja.

Aumento da renda com a culinária vegana

É possível acompanhar as tendências do veganismo, que combate a crueldade animal, e utilizar esse lindo e justo estilo de vida para aumentar a renda trabalhando com a culinária vegana.

Entretanto, para garantir o sucesso do empreendimento, é fundamental se especializar em cursos de gastronomia, além de investir em conhecimentos em gestão de negócios.

Capacitação necessária

A gastronomia tem se destacado nacionalmente, o que pode ser notado pela quantidade de programas de TV que tratam do assunto. Com isso, o mercado de trabalho para os profissionais dessa área se encontra em constante expansão, proporcionando boas oportunidades para aumentar a renda.

É solicitado desse profissional que ele tenha um perfil dinâmico, goste da área e saiba se relacionar com diferentes tipos de pessoas. Além disso, para a atuação no ramo alimentício, ele deve ter responsabilidades e seguir todas as regras de segurança alimentar, a fim de oferecer ao cliente uma experiência gastronômica única e inesquecível.

Cursos para atuar com cozinha vegana

Um dos cursos mais importantes para atuar na área é o de Chef Vegano, que ensina receitas veganas diferenciadas para expandir os conhecimentos dos alunos no ramo da Gastronomia.

Chef Vegano

Nesse curso, são ministrados conhecimentos teóricos e práticos, como:

Panificação e Confeitaria Vegana

São ensinadas, por meio aulas práticas, técnicas inovadoras de panificação vegana no ramo da confeitaria, incluindo a elaboração dos seguintes alimentos:

Como vimos, o movimento vegano como estilo e filosofia de vida que combate a crueldade animal representa um mercado que cresce a cada dia. Nesse sentido, a culinária vegana é uma boa oportunidade para aumentar a renda.

Para tanto, é necessário buscar capacitação de qualidade, como a que o Instituto Mix oferece, para garantir o sucesso do empreendimento e se destacar como chef.

Gostou deste artigo? Entre em contato conosco e conheça em detalhes os cursos de culinária vegana que oferecemos para quem quer se tornar um profissional diferenciado!

Powered by Rock Convert
O que achou do artigo?
Quer receber mais conteúdos como esses gratuitamente? Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos!